terça-feira, 30 de abril de 2013

Taça Primavera


"Aqueles que passam por nós não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós"
(Saint-Exupéry)




Um passeio pelo jardim e vemos que a natureza nos oferece a sua imensa beleza e serenidade, pedindo apenas em troca um pouco de paz.

É a primavera em todo o seu esplendor... e nela nascem novos cenários para as delícias que se fazem na minha cozinha :)
A Sushi gosta de aproveitar o espaço e observar as manobras fotográficas :)


Apesar da simplicidade, esta sobremesa é plena de sabor!
A cada colherada sentimos o  iogurte cremoso que envolve o morango adocicado e o contraste das bolachas de aveia crocantes.

Ingredientes:(para 2 pessoas)
250g de morangos
2 iogurtes naturais açucarados
2 bolachas de aveia com pepitas de chocolate

Preparação:
Lave e arranje os morangos, cortando-os em rodelas.
Coloque no fundo de cada taça um pouco de iogurte. Disponha por cima os morangos e cubra com uma nova camada de iogurte.
Por fim, polvilhe com a bolacha esmigalhada.
Nota: pode usar iogurtes gregos, suspiros desfeitos ou polvilhar com flocos ao seu gosto.







Deliciem-se... e bom apetite!

domingo, 28 de abril de 2013

Folhados com Presunto e Queijo Marinhas


Nas imensas revistas de culinária que possuo, vi esta receita na "Boa Mesa" de 2005 e percebi que seria uma ótima forma de aliar o presunto a um queijo muito saboroso, que fazia parte de um cabaz que me foi ofertado pela empresa Lacticínios das Marinhas.
Queijo Cávado Marinhas é um queijo tipo flamengo, com +30% M.G. fabricado a partir de leite de vaca pasteurizado.


Quando tirei os folhados do forno, o queijo estava a derreter e o cheirinho que se fazia sentir convidava a um bom lanche ajantarado.
Foram comidos logo de seguida e os que sobraram (já frios) foram para as fotos.
Muitas vezes as fotos são tiradas antes de devorarmos as delícias feitas, mas neste caso foi o contrário :)


Ingredientes:
massa folhada
4 fatias de presunto 
1/2dl de molho béchamel
1 gema
1 c. de chá de mostarda
sal
pimenta

Preparação:
Misture o molho béchamel com o Queijo Cávado Marinhas aos pedaços, a gema e a mostarda.
Retifique de sal e tempere com pimenta.
Estenda as fatias de presunto, disponha por cima um pouco do preparado anterior e enrole cada fatia separadamente.
Estenda a massa folhada e corte-a em pedaços com tamanho suficiente para envolver os rolos de presunto.
Feche a massa e comprima um pouco à volta (ver o passo a passo nas fotos).
Pincele cada rolinho com água ou gema de ovo e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 15 minutos até ficarem douradinhos.
Sirva como entrada ou a acompanhar uma salada.






Deliciem-se... e bom apetite!

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Biscoitos de Azeite


Pode ser que um dia deixemos de nos falar...


Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.

(Albert Einstein em O milagre da Vida)


O cheirinho destes biscoitos fizeram-me recuar no tempo...
A minha mãe fazia-os imensas vezes e por isso no seu livrinho não  estava especificada a quantidade de farinha :)
Para mim foi uma trabalheira, pois cada vez que adicionava a farinha tinha que a pesar, até conseguir obter uma massa maleável, fofa e homogénea.
Mas valeu  a pena, pois estes biscoitos são fantásticos, ficam macios por dentro e crocantes por fora.
Conservam-se bem por vários dias, isto se conseguir resistir :) eu fiz o dobro e não duraram dois dias.


Ingredientes: (fiz 28)
3 ovos
140g de açúcar
100ml de azeite
400g de farinha
1 gema + 1 c. de sopa de leite
açúcar para polvilhar

Preparação:
Deite a farinha numa tigela, abra um buraco no centro e deite os ovos, o azeite e o açúcar.
Comece a envolver todos os ingredientes, até obter uma massa moldável.
Retire depois, pedaços de massa e molde-os com a mão. Dê-lhes o formato que preferir.
Misture a gema com a colher de leite e pincele os bolinhos.
Polvilhe cada um com um pouco de açúcar e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 10 a 12 minutos, num tabuleiro forrado com papel vegetal ou tapete de silicone.
Nota: esta quantidade de massa faz dois tabuleiros cheios.




Deliciem-se... e bom apetite!

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Pão de Muesli


"Dos outros podes tu aprender todas as espécies de ciências, mas a evidência é aquilo que não podes aprender senão de ti mesmo” 
(Lanza Del Vasto)


Gosto de experimentar novas receitas de pão, de misturar à farinha ingredientes diversos, adoro o cheiro a fermento, gosto do cheirinho que invade a casa quando o pão está a cozer, quando sai quentinho e fico impaciente para o cortar às fatias... enfim, gosto de tudo o que envolve a arte da padaria.
A minha MFP tornou-se uma excelente cúmplice, quando quero presentear a família com um pãozinho quente, pronto para ser barrado com queijo, manteiga, doce...
Este foi um dos pães que mais gostei, ficou com uma textura bastante fofa e com um sabor fantástico.

A receita foi inspirada no livro "200 receitas de pão", mas adaptei-a aos gostos de casa.


Ingredientes:
2 c. de sopa de óleo de girassol
100ml de água
200ml de kéfir (de 48 horas)
1 ovo grande
1 c. de chá de sal
2c. de sopa de leite em pó
1c. de chá de canela
125g de muesli
425g de farinha de trigo T65
50g de açúcar amarelo
1 1/4 de c. de chá de fermento biológico seco

Preparação:

Tire a cuba da máquina.

Coloque os ingredientes de acordo com a ordem indicada. Comece pelo óleo e com um pincel unte a pá misturadora, depois coloque o resto dos ingredientes.
Encaixe a cuba na máquina, escolha a cor da côdea que prefere, um pão de 1kg e o programa de pão normal.
Quando o programa terminar, tire a cuba da máquina e vire-a para soltar o pão.
Deixe arrefecer sobre uma rede.
Nota: antes de começar a cozedura, pode pincelar com leite a superfície do pão e polvilhar com mais um pouco de muesli.





Deliciem-se... e bom apetite!

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Ice-Tea de Hortelã Menta com Mel


"Veremos se o chá e os bolos podem fazer deste mundo um lugar melhor"
(Agatha Christe)


Os primeiros documentos que fazem referência ao chá, datam do período entre os séculos VII e VI a.c. Os povoadores da China ancestral cantavam nessa época as maravilhas do tu, nome que era dado a um grupo de plantas entre as quais se encontrava o chá que, conhecemos hoje. É esta a origem oficial desta infusão, as a acreditar na lenda, o chá é conhecido desde 2700 a.c. aproximadamente.

Segredos da sua preparação

Conservação:
A frescura das folhas é uma condição necessária para obter uma infusão de qualidade. O chá é facilmente impregnado pelos cheiros de outros alimentos e o seu próprio aroma é frágil. deve ser armazenado em recipientes herméticos, de metal ou porcelana. O vidro não é recomendado, já que a luz, juntamente com a humidade, altera as propriedades do chá.

Cinco regras de ouro:
1- Aquecer o bule. Basta enchê-lo de água quente antes de adicionar o chá.
2- Pôr uma colher de chá rasa por chávena, mais uma para o bule. De seguida tapa-se o bule e deixa-se repousar o chá durante três minutos.
3-Verter a água antes que ferva. Não se deve usar a água que já tenha atingido o ponto de ebulição.
4- Deixar repousar dois a cinco minutos. Com dois minutos obtém-se uma infusão mais estimulante, de sabor aromático, mas com o tempo máximo consegue-se uma infusão mais amarga.
5- Encher as chávenas rapidamente. Deita-se primeiro um pouco de chá em cada chávena e depois numa segunda volta enche-se cada uma até cima.
Fonte: Paixão pelo Chá 


Com uma tarde de muito sol e calor, nada melhor que uma bebida refrescante a acompanhar os meus muffins de iogurte grego e nutella.
Preparei uma infusão de hortelã menta com sabor a mentol, adoçado por um mel de flor de laranjeira, cujo sabor é muito suave, ambos presentes da  Quinta dos Jugais.
A receita dos muffins fica para outro dia :) hoje deixo-vos a sugestão da infusão, que se revelou um ótimo refresco para uma tarde mais quente.
Vale mesmo a pena experimentarem. 


Ingredientes:
1 raminho de hortelã fresca
1 c. de sobremesa de mel de laranjeira da IT-Chás
1 c. de sobremesa de sumo de limão

Preparação:
Pôr num tacho o conteúdo de uma chávena de chá bio hortelã menta, o mel e a hortelã.
Quando começar a ferver, baixar o lume e deixar em lume brando cerca de 10 minutos.
Depois de arrefecer, coar e acrescentar o sumo de limão e o restante chá.
Pode servir-se com gelo, adornado com uma rodela de limão e um raminho de hortelã.
Receita adaptada do livro "Paixão pelo Chá"




Deliciem-se... e bom apetite!

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Crumble Tutti Frutti



Com o sol a brilhar, os dias mais longos e animados, o tempo mais ameno, apetece umas sobremesas frescas não é?
Pois, mas a vontade de certas delícias mais invernosas,   chamam por mim nas noites mais frias destes dias solarengos.
Gosto muito de doçaria, já aqui assumi que sou super gulosa, adoro doces, mesmo muito doces, gosto de doces quentes e frios, amo a mistura de doce e salgado... enfim, não sou nada esquisita :)
No verão, adoro estar numa esplanada a comer um crepe ainda morno, com frutas e gelado :) mas também não dispenso um crumble morno com uma bola de gelado :)


Com este delicioso crumble participo no desafio que a "Tertúlia da Susy" lançou com o projeto "A escolha do ingrediente". Fica com um molho excelente e a mistura das frutas com o crocante do crumble é reconfortante.


Ingredientes:
crumble:
200g de farinha com fermento
175g de manteiga fria
6 c. de sopa de açúcar

recheio:
500g de morangos
1 banana
1 pera
2 maças
4 c. de sopa de açúcar
2 c. sopa de amido de milho (maisena)

Preparação:
Numa taça de ir ao forno, coloque os morangos cortados ao meio, a pera, a banana e as maçãs descascada e fatiadas, juntamente com o açúcar e o amido de milho.
À parte, coloque a farinha, o açúcar e a manteiga fria aos pedaços. Misture bem estes ingredientes com as pontas dos dedos até obter uma massa esfarelada, parecida a areia grossa. 
Cubra a fruta com este preparado e leve ao forno cerca de 20 a 25 minutos, até a crosta estar dourada.
Sirva morno, simples, com natas ou gelado.




Deliciem-se... e bom apetite!

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Pão de Sementes e Um Petisco


Esta receita chamou-me à atenção numa revista de culinária "Saberes e Sabores" de há uns anos atrás e resolvi experimentá-la, mas com algumas alterações mais a meu gosto.
Os meus pães não ficaram exatamente como os da foto da revista, mas o sabor é magnífico e valeu a pena o facto de fazer o processo quase todo à mão.



As minhas experiências na arte da padaria nem sempre correm como eu gostaria, mas mesmo assim ainda não fiz nenhum pão cá em casa que não se comesse :)




Esta receita foi feita propositadamente para comer com um acompanhamento especial... beringela com feta e malaguetas, que me foi oferecido pela minha querida amiga Isabel da Brisa Marítima :) Toda a gente sabe que ela é uma simpatia e uma ternura, com muito mau feitio :)
Fiquei muito feliz com o presente, o pior foi ter de esperar algum tempo até estar no ponto para provar, mas depois, como se costuma dizer, foi de comer e rezar por mais :) foi uma entrada maravilhosa.

Eu só me responsabilizo pela receita do pão, o resto é da responsabilidade da menina Isabelinha :)



Ingredientes:
300g de farinha
100g de farinha integral
2 colheres de açúcar amarelo
50g de manteiga
2dl de leite
sal
4 c. de sopa de sementes (sésamo, girassol, linhaça...)
11g de fermento biológico seco
1 c. de sopa de sementes de papoila

Preparação:
Numa tigela, misture as farinhas, o açúcar, o fermento e uma pitada de sal. Acrescente a manteiga e o leite morno e mistura muito bem.
Trabalhe a massa muito bem, cerca de 10 minutos, junte metade das sementes e envolva-as bem.
Divida-a em 12 porções e molde uns pãezinhos.
Numa tigela misture as restantes sementes, role os pãezinhos sobre esta mistura e polvilhe com as sementes de papoila.
Coloque-os sobre um tabuleiro polvilhado com farinha, um pouco afastados, cubra com um pano e deixe levedar cerca de 1 hora em local quente.
Leve-os ao forno a 180ºC durante 20 minutos.
Nota: eu fiz a primeira parte na MFP no programa "massa" e terminei o processo à mão.






Deliciem-se... e bom apetite!

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Batatas Recheadas com Espinafres e Requeijão



Gosto muito de batatas recheadas.
Embora demorem um pouco mais de tempo (no caso de serem assadas) tornam-se fáceis de confecionar e o resultado é uma batata mais suculenta e mais rica em sabor.

Podem ser recheadas com variadíssimos ingredientes tais como bacon, fiambre, chouriço, alheira, ovos, legumes e até peixe. Espreitem aqui umas batatas recheadas com iogurte e mostarda, que ficaram deliciosas.
Também ficam bem só acompanhadas por uma salada.



Ingredientes: (para 4 pessoas)
4 batatas grandes
2 colheres de sopa de manteiga
1 ovo
1 requeijão 
azeitonas
espinafres
pimenta
sal
queijo mozzarella ralado

Preparação:
Lave as batatas e leve-as a cozer em água com sal (pode optar por assar as batatas em forno pré-aquecido a 200ºC cerca de 50 minutos).
Entretanto, coza os espinafres num tacho com água e sal. Escorra e reserve.
Depois das batatas cozidas (ou assadas) retire e corte-as ao meio.
Com cuidado, cave a polpa da batata com uma colher e reserve as batatas. 
Transforme a polpa em puré e depois junte a manteiga, o ovo, o requeijão esmagado, os espinafres e as azeitonas. Tempere com pimenta e retifique o sal.
Recheie a cavidade das batatas com este preparado e coloque um pouco de queijo ralado por cima.
Leve ao forno a 180ºC até o queijo estar levemente dourado.





Deliciem-se... e bom apetite!

terça-feira, 16 de abril de 2013

Batido de Kéfir com Fruta


Loucos e Santos
Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não me interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim.
Por isso, só sendo louco.
Quero-os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também a sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade a sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto e velhos para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril.

(Oscar Wilde)



Tenho usado o kéfir para as mais variadas receitas, mas segundo as informações que recolhi, é ao natural que podemos aproveitar ao máximo os seus benefícios.
Tenho feito muitos batidos, por isso a minha sugestão de hoje é um simples "kéfirado" de fruta.
Acho que me estou a tornar kéfirodependente :)


Ingredientes:
leite kéfirado (de 24 horas)
banana
morangos
açúcar (opcional)
canela (opcional)

preparação:
Coloque tudo num recipiente e triture, até obter a consistência desejada.
Polvilhe com canela e....






Deliciem-se... bom apetite!

domingo, 14 de abril de 2013

Um Presente da Quinta dos Jugais


Foi com enorme satisfação, que recebi este maravilhoso e generoso cabaz recheado de uma variedade de chás, doces e mel. Ao abrir a caixa, os aromas invadiram a minha cozinha e não consegui resistir ao apelo de um chá de roibos :) 

Este presente veio da Quinta dos Jugais, uma empresa criada na Serra da Estrela (pertinho de mim), que tem como objetivo principal, levar aos consumidores uma vasta seleção de produtos tradicionais de qualidade, elaborados com técnicas milenares e preservando os costumes, como forma de manter vivo o verdadeiro sabor português.
A qualidade está presente em todas as fases, desde a produção à venda, privilegiando práticas ambientais de grande responsabilidade social, respeitando a agricultura tradicional e as práticas de comércio justo.


A IT by Jugais tem à sua disposição uma grande variedade de cabazes e  caso pretenda fazer uma oferta, permite-lhe também personalizar o seu chá com uma foto e uma dedicatória.
Não deixe de visitar a página do facebook, onde poderá ficar a par de todas as novidades e informações mais úteis.

Produtos desta qualidade facilitam a criatividade em qualquer cozinha e eu já tenho planos para alguns destes magníficos presentes.

Muito obrigada por esta fantástica oferta.


imagem retirada daqui


"Os grandes romances começam com champanhe e acabam com uma tisana"
(Honoré de Balzac)







sexta-feira, 12 de abril de 2013

Brigadeiros de Bolo


Já tinha partilhado aqui uns brigadeiros, feitos da maneira mais tradicional. Desta vez resolvi fazer uma receita nova e mais uma vez recorri à Clara de Sousa.


O que fazer com restinhos de um bolo?
Podemos pegar em bolinhos que ninguém quer e fazer algo completamente delicioso.
Há várias receitas para aproveitar sobras de bolos e esta que partilho é uma ótima sugestão, desaparece num instante :) 


Ingredientes:
2 chávenas de bolo esfarelado
1 lata de leite condensado
50g de chocolate em pó ou cacau
2 c. de sopa de manteiga

Preparação:
Leve tudo ao lume num tachinho, mexendo sempre até a massa descolar bem das paredes do tacho.
Deixar arrefecer um pouquinho e assim que conseguir pegar na massa, faça bolinhas e role-as no chocolate granulado, coco, amêndoa... (se precisar unte as mãos com um pouco de óleo).
Coloque em forminhas e sirva-se :)
Nota: se o bolo for de chocolate não necessita de juntar o chocolate ou cacau.





Deliciem-se... e bom apetite!

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Courgete Recheada com Carne


Durante a semana, quando estou só eu e o meu marido, os almoços são sempre rápidos e simples. As refeições mais demoradas, as sobremesas e bolos (grandes) ficam para o fim de semana, quando temos a família reunida.

Com um restinho de carne picada e uma courgete (que seria para um bolo... ainda não é desta!), nasceu um almoço muito saboroso :) Os legumes recheados e gratinados fazem sempre sucesso.



Ingredientes: (para 2 pessoas)
200g de carne picada (aproximadamente)
1/2 cebola
1 dente de alho
azeite
2 tomates
1 courgete
1dl de vinho branco
piripiri
orégãos
sal
molho béchamel
queijo ralado


Preparação:
Lave a courgete, corte ao meio no sentido longitudinal, retire o miolo formando uma espécie de "barco" e reserve.
Num tachinho deite um fio de azeite, a cebola e o alho picado e deixe refogar.
Acrescente uma parte do miolo (o resto pode congelar) da courgete, os tomates picados, o piripiri e os orégãos.
Refresque com um pouco de vinho branco, junte a carne picada e deixe cozer.
Pré-aqueça o forno a 200ºC ou na função gratinar.
Entretanto, para adiantar, coloque as courgetes no micro ondas uns minutos para as cozer.
Depois da carne cozida, acrescente molho béchamel ao seu gosto, retifique de sal, mexa e deixe incorporar bem.
Recheie as courgetes com o preparado da carne, polvilhe com o queijo ralado e leve ao forno a gratinar.






Deliciem-se... e bom apetite!

terça-feira, 9 de abril de 2013

Pão de Forma e um Um Presente da Lacticínios das Marinhas


Recebi um cabaz da "Lacticínios das Marinhas", contendo estes fantásticos produtos portugueses e de grande qualidade.
Esta empresa, está situada no concelho de Esposende e tem um longo percurso histórico. Para esta empresa a segurança alimentar é o mais importante, garantindo sempre produtos com a melhor qualidade e mais seguros, desde a matéria prima até à mesa do consumidor.
Aconselho a visitarem a página do facebook.
A "Lacticínios das Marinhas"  pertence ao universo das PME Líder. Nesta época que atravessamos, precisamos impulsionar os produtos portugueses de grande qualidade.

Um muito obrigada à "Lacticínios das Marinhas" por este maravilhoso presente.



O queijo, é um produto que não pode faltar cá em casa, todos gostamos imenso dele, quer seja no pão ou nos mais diversos pratos.
Em breve farei uma receita com um destes queijos.
O queijo cremoso em bisnaga foi o produto preferido dos filhotes :)

O que mais gosto ao pequeno almoço é a minha torrada com manteiga e ao lanche, saboreio com vontade o meu pão com queijo :)
Para provar alguns dos produtos recebidos, fiz um pão de forma fofinho. 


Ingredientes:
200ml de kéfir (pode usar água ou leite)
75ml de água
2 c. de sopa de óleo de girassol
1c. de chá de sal
475g de farinha T65
2c. de chá de açúcar
1 1/4 de c. de chá de fermento biológico seco

Preparação:
Preparação:
Tire a cuba da máquina, encaixe a pá e unte-a.
Coloque os ingredientes de acordo com a ordem indicada.
Encaixe a cuba na máquina e escolha um pão de 750g, o programa de pão normal e a cor da côdea que preferir.
Quando o programa terminar, tire a cuba da máquina e vire-a para soltar o pão.
Deixe arrefecer sobre uma rede.
Nota: Coloquei os ingredientes à noite e programei a MFP para o pequeno almoço. 





Deliciem-se... e bom apetite!

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Fricassé de Pescada com Legumes


A minha sugestão de hoje é peixinho com legumes.
Um prato saudável, com um molho de textura aveludada e uma certa acidez aromática.
Que bom!! peixinho sem espinhas :) 


Ingredientes:
1 embalagem de mimos de pescada
1 cebola
150g de abóbora
2 cenouras
louro
1 dentes de alho
2 c. de sopa de manteiga
2 gemas
1,5dl de natas (usei kéfir)
salsa picada
sumo de meio limão
sal

Preparação:
Leve ao lume um tacho com 5dl de água, a cebola, a abóbora e a cenoura cortadas aos pedaços, juntamente com o alho, o louro e o sal.
Assim que começar a ferver, junte os mimos de pescada, deixe-os cozer, retire-os e reserve, baixe o lume e deixe os legumes cozerem.
Quando estiverem bem cozidos, tire o tacho do lume, retire o louro e triture tudo muito bem.
Numa tigela misture bem as gemas, o sumo de limão e as natas (ou kéfir). Junte esta mistura ao preparado anterior e leve ao lume só uns minutos, mexendo até começar a engrossar.
Retifique os temperos e deite este molho sobre a pescada.
Polvilhe com salsa picada.
Sirva acompanhado com arroz ou batata cozida.
Nota: pode acrescentar mais legumes, alho francês, aipo, etc.




Deliciem-se... e bom apetite!

sábado, 6 de abril de 2013

Delícia Bolo Fofo de Chocolate



Esta semana, fez 25 anos que fui mãe pela primeira vez :) foi um dos dias mais felizes da minha vida. 
O meu filho, tal como eu, adora chocolate :) por isso nada melhor que este bolinho para alegrar o dia do seu aniversário.



Esta, é mais uma receita do precioso livro da minha mãe e já foi feita vezes sem conta, sem nunca me deixar ficar mal.
É um bolo simples, mas que fica absolutamente fofo e delicioso. 

Vai uma fatia? :)


Ingredientes:
6 ovos
90g de chocolate em pó
1dl de água quente
300g de farinha
1 c. café de fermento
250g de açúcar
1 dl de óleo

ganache:
200g de chocolate para culinária
200ml de natas
1 c. de sopa de manteiga 

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Dissolva o chocolate na água quente e reserve.
Numa tigela, misture a farinha, o açúcar e o fermento. Abra uma cavidade ao centro e deite os ovos, o óleo e a água com chocolate.
Bata bem durante uns minutos para obter uma massa homogénea.
Deite a mistura numa forma untada e enfarinhada.
Leve ao forno cerca de 40 minutos. Faça o teste do palito.
Desenforme e depois de arrefecer.
Faça a ganache: leve ao lume os ingredientes e assim que começar a ferver, retire e deite sobre o bolo.
Quando arrefecer por completo, a cobertura irá solidificar e depois decore ao seu gosto.
Nota: gosto de colocar manteiga na ganache porque fica mais brilhante. Fica igualmente deliciosa se optar por esta cobertura.





Deliciem-se... e bom apetite! 

terça-feira, 2 de abril de 2013

Grelos com Ricotta e frutos Secos


Gosto de visitar os blogs que sigo, de ver as fotos magníficas, a variedade de receitas que apresentam, de imaginar o sabor e o cheiro daqueles pratos e depois, verificar que aprendi mais um pouco.

Poucas vezes sigo uma receita à risca, gosto sempre de lhe dar um toque pessoal, de trocar ingredientes... a verdade é que quase nunca consigo ficar presa a uma receita :) quando dou conta, já estou a fazer alterações :) 
Já tinha experimentado espinafres com ricotta e adorei, mas desta vez resolvi substituí-los por grelos.
Adoro grelos e posso dizer que esta combinação ficou perfeita :)


Ingredientes:
alhos
azeite
grelos
queijo ricotta
pimenta
sal
amêndoas laminadas
nozes picadas
sementes de sésamo 

Preparação:
Coza os grelos numa panela com água e sal.
Deite um fio de azeite e os alhos partidos numa frigideira e assim que começar a ferver, deite os grelos já cozidos e escorridos.
Acrescente as sementes de sésamo (pode substituir por outras ao seu gosto) as nozes e as amêndoas laminadas.
Polvilhe com pimenta e envolva.
De seguida, junte o queijo ricotta (a quantidade que preferir), envolva e deixe-o derreter. Mexa até estar tudo bem incorporado.
Retifique de sal e sirva.
Nota: as quantidades dependem do gosto de cada um e da quantidade de pessoas, por isso não especifiquei.





Deliciem-se... e bom apetite!